05 Set 2017

O congresso é uma oportunidade de perspectivar o futuro, Eng. Carlos Mineiro

images

O Bastonário da Ordem dos Engenheiros de Portugal tem boas expectativas em relação ao Congresso dos Engenheiros que decorre em Maputo, de 05 de 08 de Setembro corrente. Carlos Mineiro diz que esta é uma oportunidade para troca experiências, informações e principalmente de perspectivar o futuro.

Mineiro falava à imprensa está terça-feira minutos depois da sessão de abertura do Congresso. Na ocasião, referiu-se à importância da cooperação entre as Ordens de Engenheiros de Moçambique e de Portugal, afirmando que ela permite uma aprendizagem mútua. “A cooperação é fundamental. Em Moçambique aprendemos muita coisa. As especificidades de cada país ajudam os engenheiros a ver as coisas de outra maneira,” apontou.

Referindo-se no universo da CPLP, o Bastonário dos engenheiros de Portugal disse que o grande desafio está na educação e formação. “Educação é fundamental e ela começa nas escolas e o futuro dos países também começa aí. É importante apostar na educação, na formação dos engenheiros e na criação de condições para que os países possam desenvolver e crescer,” disse.

Outro desafio apontado por Mineiro consiste em ajudar os países membros desta comunidade a criar infra-estruturas de base e boas condições para os seus cidadãos. “O mundo hoje está em níveis diferentes, há uns que só falam já em digitalização e robotização e outros que ainda não chegaram a esse nível. Basicamente, temos que dar aos que ainda não têm os serviços básicos,” asseverou.